Bento Rodrigues/Mariana e o diploma de jornalismo

Por Dione Oliveira Moura

Publicado originalmente no Facebook, em 13 de novembro de 2015

#‎pauta‬ Bento Rodrigues/Mariana Se você é Jornalista e ficou espantado com a presença de arsênico e mercúrio na lama proveniente da barragem de Bento Rodrigues/ Mariana, seguinte: 

1- saia do espanto;
2- vá para a pauta;
3- na pauta, inclua checagem da barragem de Paracatu/MG, que já tem vários processos judiciais sob acusação de alto índice de arsênico e mercúrio no ar e água de Paracatu (isto porque nem houve rompimento de barragem ainda – que não haja);
4- Apure, argumente com seu editor/editora, insista, seja profissional, produza a matéria;
5- não deu certo? Repense se quer mesmo fazer apenas o “jornalismo do leite derramado”;
6 – porque para tirar foto e escrever sobre o ” leite derramado” não precisa ser jornalista nem ter diploma.;
7 – torna-se jornalista e defende-se o diploma para que se tenham profissionais competentes para cobrirem pautas quentes antes do leite derramar;
8 -Sim, porque antes do leite derramar, ele ferve. Se ferve, e tem arsênico e mercúrio na fervura (lembra que falei da barragem de Paracatu?), bem se ferve nestas condições, já deveria ser notícia para quem se diplomou;
9- para cobrir leite derramado, não precisa de diploma: envie este papel do diploma para a reciclagem;
10- sim, você continuará sendo jornalista (com registro no Ministério do Trabalho. salário e sucesso) – mesmo depois que enviar seu diploma para a reciclagem de papéis (pode até ser um ótimo jornalista), apenas não cobrirá o leite ‘antes’ de derramar e, para cobrir somente leite derramado não precisa mesmo de diploma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s