Áudios vazados, grande imprensa e jornalismo investigativo

Por Ana Luisa Araujo

Além de entender o que áudios recentemente vazados por grandes veículos de comunicação causam, é imprescindível perceber que existe um processo de investigação e também um porquê de serem lançados em momentos específicos.

Para começar, o jornalismo investigativo, que permite que situações ocultas sejam expostas para o público e os leitores, é o tipo de jornalismo que exige busca e apuração, que demandam tempo e, na maioria das vezes, dinheiro. O tempo necessário para investigação pode ser meses e, em casos mais extremos, anos. Isso ocorre tanto pelo processo de coleta de dados, pesquisa de informações, busca por informantes, quanto o período que leva para se conseguir o dinheiro suficiente para a aquisição de documentos.

Os áudios vazados pelo jornal Folha de S. Paulo afastaram Romero Jucá após uma semana e meia sendo Ministro do Planejamento e dizem muito sobre como a grande imprensa lida com a crise política. Uma investigação, principalmente quando tem grande impacto sobre a situação política, de maneira alguma ocorre do dia para a noite.

É fundamental entender que, dentro do jornalismo investigativo, nada acontece por acaso e, se há investigação, majoritariamente haverá um motivo. Deve-se deixar a credulidade de lado e não fechar os olhos para uma situação que, com um pouco de esforço, se desfaz e se revela. Pensar o porquê de, após uma semana e meia da posse dos novos ministros, esses áudios serem vazados, refletir se já estavam na posse do jornal e analisar as razões da publicação após a posse, não antes.

O jornalismo investigativo pode nem sempre ser intencional, mas, na maioria das vezes, vem carregado de finalidades e objetivos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s