O que os Jogos Olímpicos têm a dizer sobre nossa cultura de valorização

Por Ana Luisa Araujo 

As Olimpíadas de 2016, sediadas no Rio de Janeiro, começaram há uma semana e, mesmo com preços altos, arenas permanecem lotadas em todas as modalidades. Com ingressos variando entre R$40 e 1200, os mais caros são das finais dos jogos.  Já em 7 de setembro começam as Paralimpíadas, as diferenças dos valores chegam a ser exorbitantes quando comparadas as das Olimpíadas.

O ingresso mais barato dos Jogos Paralímpicos custa apenas R$10 enquanto o mais caro, R$60. Num dos comerciais, usam tal fato como incentivo, dizendo: “Venha participar, o ingresso custa apenas 10 reais”.

A certeza é de que é pouco comentado e visado na mídia. Rafaella Gil do Canal Futura no YouTube, entretanto, abordou o assunto. “Se falta público, falta visibilidade e, se falta visibilidade, falta investimento”, afirma. Nesse contexto, fala da diferença de preços das modalidades masculinas e femininas no mesmo esporte, sendo os ingressos das modalidades masculinas de três a cinco vezes mais caros.

Marta Vieira da Silva, atual camisa dez da seleção brasileira feminina de futebol, foi a maior futebolista por cinco anos consecutivos e tem mais gols pela seleção que Pelé. No entanto, nem tanto prestígio foi capaz de dar a importância que o futebol feminino tem e merece.

Tanto os esportes femininos das Olimpíadas quanto os das Paralimpíadas ganham espaço lentamente e, mesmo assim, estão muito longe de serem valorizados quanto são os masculinos. Tais diferenças dizem muito sobre a cultura brasileira de não-valorização dos esportes paralímpicos e olímpicos femininos, sobre o que se considera importante, o que é realmente valorizado e o que não precisa custar mais de R$10.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s