This is America e a cegueira branca norte-americana

Single de Childish Gambino movimenta a internet e gera questionamentos sobre os limites dos memes

Por Larissa Lins

O ator e rapper norte-americano Donald Glover, com o pseudônimo Childish Gambino, lançou no dia 5 de Maio o videoclipe do seu novo single “This is America”, dirigido por Hiro Murai. O vídeo que já passa de 200 milhões de visualizações no YouTube é carregado de referências que trazem à tona temas raciais, como violência policial contra pessoas negras e genocídio dessa população.

Um conceito que está presente em todo o vídeo e que dá o seu sentido é o ruído. Ruído é qualquer coisa que distraia ou atrapalhe o recebimento de uma mensagem pelo receptor. Este é um conceito bastante utilizado no jornalismo, as notícias são organizadas de modo que nada atrapalhe a informação, desde a vestimenta da apresentadora a qualquer problema textual. Gambino usa desse conceito de duas formas: a primeira é com o plano dos acontecimentos, o qual tira a atenção da violência que está acontecendo no clipe. A segunda é usando a própria mídia como ruído, fazendo uma critica a como a mídia pode ser uma distração ao que realmente importa na sua forma de noticiar e também de não noticiar certas coisas.

Existem dezenas de matérias e vídeos, como a do portal R7 e do canal Meteoro Brasil, que analisam mais precisamente os detalhes e referências do vídeo. Em dois momentos, Gambino dança alegremente com crianças no centro do clipe musical enquanto, em planos secundários, pessoas negras são perseguidas, mortas e se suicidam. Essa cena faz referência aos Estados Unidos que dança e canta ignorando todo o caos sociopolítico que as pessoas negras vivem no país. “Essas letras e o vídeo como um todo exploram a relação entre a dança, a festa encobrindo a violência, que se combinam para compensar tanto o entretenimento quanto a vida negra na América.”, de acordo com a plataforma Genius.

giphy

Uma outra referência que aparece quase despercebida, é uma cena em que alguns jovens se mantém distantes com máscaras no rosto filmando tudo o que acontece. Essa cena é uma crítica à espetacularização da violência e à relação distante e até impessoal da sociedade norte-americana diante da marginalização e do sofrimento da população negra.

8

Um mashup – remix onde sincronizam músicas a outros videoclipes – entre o videoclipe “This is America” do rapper Childish Gambino e do hit pop de 2012 “Call me maybe” da cantora Carly Rae Jepsen viralizou nas redes sociais trazendo debates acerca da temática do single estadunidense. Pelas mensagens que são passadas pelo vídeo, a opinião dos internautas se dividiu em quem entendeu a paródia enquanto apenas um meme, e em quem a tratou enquanto um desrespeito à causa negra explicitada na música.

As cenas citadas anteriormente se relacionam diretamente com a polêmica recente da paródia que transforma um vídeo que trata do descaso de pessoas brancas para com as pessoas negras em um meme que exclui todo o seu teor político a fim de entreter essa mesma população que fecha os olhos para o sofrimento afro-americano. O argumento principal de todo o videoclipe acaba sendo reforçado quando a mensagem que deveria atingir pessoas brancas é colocada de lado.

Existe outro mashup com a música “The Way You Make me Feel” de Michael Jackson, mas para além de This is America, os remixes já são famosos na internet. O principal diferencial desse meme para outros que misturem músicas é o teor político e do que se trata o novo hit do Childish Gambino. A linha entre brincadeira e deslegitimação de uma causa é muito tênue nesse contexto em que não se brinca com uma letra qualquer, mas sim com uma causa válida que é há tempos ignorada socialmente por conta do racismo que paira por entre as configurações sociais, não só norte-americanas como também brasileiras.

Alguns usuários no Twitter falaram desta questão defendendo que nem tudo é brincadeira. Dizem que o remix é só mais um exemplo de que as pessoas brancas simplesmente não ouvem quando pessoas negras falam sobre racismo ou qualquer outra coisa e transformam a dor dessas pessoas em piada.

32508769_1494480923996044_7655739575456759808_n

“Esse remix de ‘Call me Maybe’ com ‘This is America’ me mostra que as pessoas brancas não escutam. ‘This is America’ era para vocês. Ela deu as respostas  da prova e vocês ainda assim falharam”, disse a usuária @BasedMoonie  em sua rede social.

Em uma sociedade onde a dor de pessoas negras tem que ser traduzida em corpos brancos para que seja reconhecida enquanto legítima, This is America é o relato de um povo que sangra e tem sua dor ignorada. O resultado disso é a mesma negação de humanidade para com a sociedade negra através de uma sátira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s