Horrores indescritíveis

Lovecraft Country e Watchmen se apossam de gêneros fictícios e historicamente brancos para contar um terror negro real

Por Victor Cesar Borges

Atenção: Esse texto contém spoilers do nono episódio de Lovecraft Country

  Os altos números de audiência e a recepção fortemente positiva dos críticos e do público consolidaram Lovecraft Country como um dos maiores sucessos de 2020, que pode repetir, na próxima edição da premiação, o efeito que Watchmen (baseada na HQ homônima de Alan Moore) teve nos prêmios Emmy deste ano, quando venceu quatro das 11 indicações que recebeu. Ambas as produções da HBO abordam as consequências reais do racismo e também os efeitos que teriam em elementos fantásticos, como magia, ficção científica e super-heróis. Existe, porém, outro elemento importante em comum entre elas: a visibilidade sobre uma tragédia que sofreu forte apagamento histórico, O massacre de Tulsa, Oklahoma em 1921, o maior episódio de violência racial da história estadunidense.

Continuar lendo